Com casa lotada, JEC/Krona conquista título inédito da Liga Nacional de Futsal

Final ocorreu contra equipe da Assoeva (RS), na manhã desta domingo (3), no Centreventos Cau Hansen em Joinville

Por Karollayne Rosa 03/12/2017 - 16:39 hs
Foto: Karollayne Rosa/Agora Joinville
Com casa lotada, JEC/Krona conquista título inédito da Liga Nacional de Futsal
Taça foi comemorada junto com a torcida tricolor, que compareceu em peso à final

Foi apenas no minuto final da prorrogação que a torcida tricolor do JEC/Krona, que compareceu em peso ao Centreventos Cau Hansen, pôde soltar pela primeira vez o grito de “é campeão” nesta competição.

Em partida disputada contra a equipe da Assoeva (RS), o time catarinense conquistou pela primeira vez o título de campeão da Liga Nacional de Futsal.

O jogo ocorreu no final da manhã deste domingo (3), no Centreventos Cau Hansen, em Joinville.

Na decisão, a equipe joinvilense precisava vencer no tempo normal ou, caso empatasse, manter o placar na prorrogação.

No jogo de ida, na cidade de Venâncio Aires (RS), o empate com o time da casa deu ao JEC/Krona a vantagem na final. Mas não foi necessário.

Com três gols de Jackson Samurai – sendo um deles com desvio de Eka, mas considerado pela arbitragem como de Jackson -, a equipe catarinense levantou pela primeira vez o troféu da competição nacional.

Para o destaque da partida, o título inédito à cidade teve um gostinho especial com o ginásio lotado.

"Eu não consigo nem falar, estou muito feliz, a gente tinha que ganhar para presentear essa torcida", disse Jackson, ainda eufórico.

Susto

A tensão que tomava conta das arquibancadas foi refletida também dentro das quadras. Logo no início do jogo, o clima esquentou entre Xuxa, do Joinville, e Boni, do Assoeva, após um lateral.

Faltando 4 minutos para o fim do primeiro tempo, após driblar o goleiro joinvilense, Valdin abriu o placar.

A tensão tomou conta do ginásio até um chute decisivo de Jackson Samurai, que estufou a rede após desvio de Eka, a pouco mais de um minuto do término do primeiro tempo: 1x1 no Centreventos.

No segundo tempo, o placar só alterou faltando 5 minutos para o fim, novamente com Jackson Samurai. Mas pouco mais de um minuto após o gol, Valdin fez mais um para a equipe gaúcha, empatando novamente a partida, que seguiu em 2x2 até o fim do tempo normal.

Redenção

Na prorrogação - com dois tempos de 5 minutos - o nome do goleiro Willian foi entoado nas arquibancadas após importantes defesas, que garantiram que o Joinville ficasse mais próximo do troféu.

Apesar de o empate dar o título de campeão nacional ao JEC/Krona, a equipe continuou pressionando.

Faltando um minuto para o fim da partida, que consagraria o campeão inédito da Liga – Asseova também nunca havia sido campeão -, Jackson Samurai marcou o gol que garantiria a taça ao time de Joinville.