Hospital Hans Dieter Schmidt inaugura reforma em 43 leitos

Durante a cerimônia, será autorizado o edital para 20 novos leitos de UTI do centro hospitalar

Foto: Divulgação

O governador Raimundo Colombo inaugura nesta quinta-feira (8) às 15h, a reforma e ampliação de 43 leitos de recuperação clínica e cirúrgica do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt. Durante a cerimônia será autorizado o edital de licitação para os 20 novos leitos de UTI do centro hospitalar. A solenidade ocorre depois de visita às obras concluídas da Escola de Ensino Médio Governador Celso Ramos, às 14h15.

Os novos quartos são mais amplos, possibilitam ventilação com luz natural e as camas têm capacidade para pacientes de até 260 quilos. Os banheiros também foram completamente reestruturados e tiveram tamanho ampliado para acesso de macas e cadeirantes. Dos novos leitos, 18 passam a ser utilizados na sexta-feira (9), e o restante da ala entra em funcionamento depois de concluída a higienização.

Foto: Divulgação

O investimento do Governo do Estado é de R$ 8,9 milhões somados aos 42 leitos entregues em outubro de 2015. Essa quantia também foi destinada a construção de salas de estar e áreas de estudo e reuniões, uma forma de humanizar a ala de recuperação. Além disso, todo o setor está climatizado, inclusive corredores e postos de enfermagem.

Com a abertura de mais leitos, as vagas ofertadas à comunidade aumentam e o serviço prestado se torna mais eficiente. Desde 2014, o HRHDS, referência em cardiologia, apresenta um crescimento gradativo do número de atendimentos. Em 2017, entre serviços de pronto socorro, ambulatoriais, internações e cirurgias, foram prestados 101.176 atendimentos.

Foto: Divulgação

Mais investimentos

O Hospital Regional Hans Dieter Schmidt é referência para o Ministério da Saúde em procedimento cardíacos. Possui atualmente 20 leitos de UTI, com o edital de licitação terá sua capacidade dobrada - 10 novos leitos de cardiologia e 10 gerais. O projeto orçado em R$ 8,9 milhões atende a parte estrutural, elétrica, hidrossanitária, climatização, exaustão, renovação de ar e tratamento de gases medicinais.

O Governo do Estado conclui nos próximos meses a reforma e readequação da subestação de energia elétrica do hospital que inclui a construção de um novo prédio para receber toda a casa de máquinas. A entrega está prevista para o mês de março com investimento de R$ 2,5 milhões.

Além disso, cinco novas salas do centro cirúrgico estão na fase final, investimento de R$ 11,5 milhões. Neste mesmo valor está incluída a nova central de materiais esterilizados (CME), concluída e em funcionamento desde o ano passado.