Gestão do tempo: como melhorar as tarefas do dia a dia.

Estar ocupado não determina produtividade, é necessatios utilizar o tempo da melhor maneira para alcançado os objetivos

Por Everton Schreiner 28/10/2020 - 08:08 hs

Uma das muitas vontades de algumas pessoas é que o dia tivesse mais que 24 horas. Esse número de horas parece ser tão pequeno em meio as grandes quantidades de tarefas a serem realizadas, como relatórios, planilhas, organizações, estudo, sono entre tantas outras tarefas, obrigações e até mesmo necessidades. É provável que, com isso, ocorra uma escassez de comportamentos essenciais tanto para a qualidade das tarefas como para a saúde física e psicológica. Má alimentação, baixo números de horas para descanso, principalmente um descanso com qualidade, tensão, estresse são alguns efeitos que podem ocorrer com a "falta de horas" do dia para realizar as tarefas e obrigações. Não somente no mundo corporativo e acadêmico podem existir tais situações, na vida pessoal também ocorre circunstâncias que não são administradas de forma correta tendo como o maior inimigo a "falta de tempo".

"Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito." Com essa frase do filosofo Pitágoras, é possível ver a relação das pessoas com a famosa falta de tempo já em muitos anos atrás, visto que Pitágoras nasceu em 570 a.C. e morreu em 496 a.C.. Porém, como o próprio filosofo afirmou, é possível realizar as tarefas dentro do horário. Com isso, entra a gestão do tempo que, como na frase de Pitágoras, mostra que é possível realizar todas as tarefas, organizando e planejando a sua rotina.

Gerenciamento de tempo ou gestão do tempo é o processo de organizar e planejar cada atividade e tarefa de uma rotina. Mesmo que cada tarefa tenha um tempo determinado e a pessoa se sinta "produtiva" por estar ocupada durante seu dia, não pode afirmar que e mesma foi eficaz, já que a gestão do tempo incide diretamente numa mudança de foco para a obtenção de resultados cada vez melhores, e não somente em cumprimento de tarefas. A mesma pessoa que se sentiu produtiva durante seu dia, quando deitar para descansar pode pensar que tal ou tais tarefas poderiam ter sido realizadas de uma melhor forma e que com qualidade superior a entregue. Outra hipótese que ocorre com frequência: pessoas ocupadas durante todo o dia, iniciam várias tarefas. Porém, ao final do dia, nenhuma foi concluída, tarefas entregues pela metade, ou até mesmo nem a metade foi possível realizar. A ocupação do tempo não significa produtividade.

O gerenciamento do tempo é composto por três regras de ouro, sendo elas: 

Respeito ao tempo que é gasto nos lugares certos para fazer as atividades certas. Conhecimento de prioridades e obrigações com a agenda.

Tempo gasto na vida profissional é benéfico para as outras áreas da vida

Juntamente com essas três regras, existem algumas dicas que podem ser usadas para que todas as tarefas do dia sejam realizadas no prazo e com qualidade. Não é uma tarefa fácil realizar o planejamento de uma rotina a ser feita no dia seguinte. Contudo, o passar dos dias gera uma maior facilidade em realiza essa atividade e, como bônus, o hábito de gerenciar melhor o tempo e as atividades. 

Confira algumas dicas:

#1 Delegue tarefas

#2 Priorize as tarefas

#3 Fuja da procrastinação

#4 Agende as tarefas

#5 Evite o estresse

#6 Define prazos

#7 Evite fazer muitas coisas ao mesmo tempo

#8 Comece cedo

#9 Faça pausas

#10 Aprenda a dizer não

Essas dicas podem ajudar e muito o dia a dia, ajudando de forma significante tanto a vida profissional como a pessoal.

O tempo é uma riqueza de valor imensurável e especifica, ele não gera juros nem é possível guardar o seu saldo para ser utilizado em outro momento. Porém, ele cobra um preço muito alto pelo seu mau uso. A mais lamentável de todas as perdas é a perda do tempo, pois quem mata o tempo não é assassino, mas sim um suicida.