O Canadá precisa de trabalhadores e os imigrantes são fundamentais, diz o governador do Banco do Canadá

Por Luiza Molina 21/03/2018 - 15:30 hs

Os imigrantes têm um papel fundamental a desempenhar no crescimento da economia canadense e na redução da crescente escassez de mão de obra qualificada no país, afirma o governador do Banco do Canadá, Stephen Poloz.

Em um discurso em 13 de março na Queen's University, em Kingston, Ontário, o chefe do banco central do Canadá disse que a imigração é fundamental para manter a inflação baixa e equilibrar a tendência da força de trabalho envelhecida do Canadá.

"A imigração pode ajudar a proporcionar um desfasamento importante", disse Poloz, assim como "fontes inexploradas de trabalho dentro de nossa população existente".

Com a economia do Canadá atingindo seu “ponto ideal” de demanda crescente e empresas operando a uma capacidade próxima, Poloz disse que esse crescimento está se traduzindo em novos empregos e aumentando as vagas de emprego.

"Nenhum deste crescimento econômico altamente desejável pode acontecer a menos que haja pessoas disponíveis para preencher os empregos recém-criados", disse ele. “Um mercado de trabalho saudável e que funcione bem é fundamental”.

Ele apontou para dados da Statistics Canada que mostram vagas de emprego subindo para um recorde de 470.000 no outono de 2017.

“Ouvimos de líderes empresariais que muitas dessas vagas não estão disponíveis porque não conseguem encontrar trabalhadores com as habilidades certas”, disse ele.

Para ajudar a resolver essa escassez, Poloz disse que o Canadá precisa acelerar a integração de novos imigrantes na força de trabalho e melhorar a taxa de participação no trabalho de jovens, mulheres e povos indígenas do Canadá.

"Coloque tudo junto, e não é muito difícil imaginar que a força de trabalho do Canadá poderia se expandir em mais meio milhão de trabalhadores", disse ele. "Isso poderia aumentar a produção potencial do Canadá em até 1,5%, ou cerca de US $ 30 bilhões de dólares por ano".

Avanços rápidos na tecnologia digital também estão produzindo novas demandas para os trabalhadores com as habilidades necessárias, observou ele.

"Novas aplicações estão criando empregos que eram inimagináveis ​​há apenas alguns anos", disse ele. "Dez anos atrás, não havia desenvolvedores de aplicativos para smartphone, nem engenheiros de computação de "cloud" e nem gerentes de mídia social".

Em última análise, o Canadá ganha com essas inovações e o efeito gerador de renda desses novos empregos, disse ele.

“Estes são tempos emocionantes. Novas oportunidades, novas tecnologias e novas indústrias estão todas esperando ao virar da esquina.”