Mais um passo

Apesar de polêmicas, agenda econômica do governo Jair Bolsonaro avança

Por Prisco Paraiso 15/08/2019 - 10:56 hs

Apesar da língua descontrolada e inconveniente do presidente, a agenda econômica do governo Jair Bolsonaro vai avançando. Depois dos dois turnos da Reforma da Previdência, os deputados federais agora aprovaram a chamada MP da Liberdade Econômica. 

Foram 345 votos favoráveis e 76 contrários, o que demonstra que o Planalto segue com excelente lastro na Câmara. 

A mesma Casa também já começou os trabalhos sobre a complexa, delicada, porém absolutamente necessária, Reforma do Sistema Tributário. 

No caso da MP da Liberdade Econômica, ela se propõe a desburocratizar a criação de novos negócios (de baixo risco) e facilitar as relações de trabalho, binômio inserido no mundo digital. Basicamente, ela trata de questões do dia a dia, facilitando a vida dos empreendedores. 


Twitando

Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, escalaram a tribuna das redes sociais para enaltecer a aprovação do texto e projetar mais desenvolvimento e geração de empregos a partir de agora. 


Burrocracia

Essa é a torcida da banda lúcida da sociedade. Hoje, o empresário, em média, precisa de nada mais nada menos do que 20 licenças para sua empresa começar a funcionar, além de esperar três meses, 90 longos dias, para ter seu CNPJ. Essas realidades devem mudar radicalmente. 


Ambiente

Não restam dúvidas de que a MP da Liberdade vai melhorar o ambiente de negócios neste país. Para se ter uma ideia, Brasil ocupa o 109º lugar entre 190 países no ranking Doing Business, do Banco Mundial, que basicamente mede a facilidade para a prática econômica em determinada nação. 


Rastilho de pólvora

Repercutindo muito entre setores produtivos, meios políticos, no PSL e nos meios jornalísticos a entrevista que Moisés da Silva concedeu à Folha de S. Paulo e que foi publicada ontem. Com posições e declarações consideradas de esquerda, o governador, que pouco ou quase nada atende a mídia estadual, falou a um veículo de linha totalmente à esquerda. Gerou revolta nos movimentos de direita que ajudaram na sua eleição. Também porque Moisés surfou como poucos a Onda Bolsonaro, com propostas e posições direitistas. 


FRASE

"Aplicar isenção sobre agrotóxico é uma excrescência política" Carlos Moisés da Silva, governador de Santa Catarina

 

Palestra de Maia

O presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), confirmou participação no Momento Brasil, série de eventos promovida pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert) com personalidades da política nacional. 


Reforma Tributária

A palestra do parlamentar será no dia 30 de agosto em local na capital a ser confirmado. O convite ao deputado foi feito pelo presidente da entidade, Marcello Corrêa Petrelli, com intermediação do deputado federal catarinense Darci de Matos (PSD). Rodrigo Maia falará sobre a importância da Reforma Tributária para o desenvolvimento econômico do país.


Pauta

Em reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, coordenado pelo deputado federal Rogério Peninha Mendonça, deputados e senadores de SC votaram e decidiram que a pauta prioritária do estado é na área de infraestrutura. Eles serão recebidos nesta quinta pelo presidente Jair Bolsonaro e apresentarão uma lista de obras que têm urgência urgentíssima, como as duplicações das BR’s 470 e 280; e os recursos para melhorias nas BR’s 163 e 282. O eterno imbróglio do Contorno Viário da Grande Florianópolis também estará à mesa.