Vanguarda do atraso

Por Prisco Paraiso 12/09/2019 - 10:36 hs

Absolutamente ridícula, descabida e imoral a tal de greve decretada por “estudantes” da UFSC e a invasão da Reitoria da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), em Chapecó.

A coluna classifica os movimentos com estes adjetivos porque eles são iminentemente político-partidários-ideológicos, revelando que a vanguarda do atraso está mais ativa do que nunca nas instituições. As federais deveriam ser centros de excelência do conhecimento, da pesquisa e do avanço, mas viraram redutos de doutrinação canhestra, atrasada, verdadeiras fábricas de soldados ideológicos. Dispostos a tudo não para defender melhorias, pautas que tenham relevo para a sociedade, mas sim para implantar ou manter, nem que seja no grito, seus mantras de fanatismo doutrinário. Isso tudo nada tem a ver com recursos. A questão orçamentaria é só a cortina de fumaça.

Em Chapecó, os invasores – e há relatos de que ali estão também pessoas estranhas ao dia a dia da UFFS – rasgam a Constituição. Por ela, o presidente Jair Bolsonaro nomeou o novo reitor, tudo dentro da legalidade, Marcelo Recktenvald. Mas a única lei que vale para esta turma é a cartilha do partido, pois o professor não é alinhado politicamente aos canhotos.

 Deus-ideologia

Já na UFSC, os baderneiros não estão nem aí para o corpo universitário, projetos que estão em andamento, alunos que estão para se formar e para os professores e os funcionários que apenas querem trabalhar. Nada disso importa. Na Capital, como no Oeste, a palavra de ordem é fomentar o caos enquanto a ditadura ideológica não tiver a palavra final. Neste contexto, cabe perguntar: que futuro teremos com universidades assim?

 Ciro no hospital

O ex-prefeito de Brusque, Ciro Marcial Roza, segue internado em um hospital de Belém de Pará. Ele sofreu um acidente de carro no dia 31 de agosto. Seu quadro, segundo nota emitida pela família, é estável, mas não há previsão de alta.

Precariedade

O político se acidentou no município de Trairão, região do Sudoeste do Pará, onde ele tem negócios. No dia do acidente, Ciro Roza dirigia uma camionete que se desgovernou e bateu numa árvore. Ele fraturou algumas costelas, mas demorou praticamente o dia todo para receber os primeiros cuidados médicos em função da precária infraestrutura da região.

Prioridades

O Fórum Parlamentar Catarinense esteve reunido em Florianópolis para debater os principais pleitos do orçamento da bancada federal para 2020.

O deputado federal Celso Maldaner, presente no encontro, explicou que muitas são as demandas para SC, porém o destaque é sempre para a infraestrutura logística. Rodovias, portos e aeroportos são os gargalos enfrentados por Santa Catarina, principalmente pela falta de recursos orçamentários.

Sintonia

Governador Moisés da Silva recebeu, na Casa d’Agronômica, o deputado estadual Felipe Estevão. Os dois andavam meio distantes desde o começo dos mandatos, mas acertaram os ponteiros. Sintonia total em projetos e atuação política. O encontro durou quase duas horas. Os dois trataram sobretudo de projetos nas áreas de Saúde, Turismo, Educação e Infraestrutura Regional na região Sul. 

CPMF

Jair Bolsonaro reassume hoje a Presidência da República. Volta e recebe de presente a polêmica da recriação da CPMF, colocada na praça pelo ministro Paulo Guedes (Economia).