Parceria que se sucede

Por Prisco Paraiso 06/12/2019 - 11:41 hs

Na magistratura desde 1987, o desembargador Ricardo Roesler, natural de São Bento do Sul, atuou por muito tempo em Joinville e vai ascendendo com consistência na magistratura estadual. Em 2018, na presidência do TRE-SC, ele comandou o processo eleitoral no estado.

Em fevereiro de 2020, assumirá seu maior desafio depois da vitória em primeiro turno na eleição deste semana que definiu a nova diretoria do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Para dar sequência à vanguardista gestão de Rodrigo Collaço, Roesler anunciou que norteará sua atuação pelo tripé informação, integração e inovação. E terá como braço direito João Henrique Blasi, advogado de longa trajetória que foi deputado estadual e secretário de Segurança Pública.

Uma curiosidade neste contexto do judiciário estadual: Ricardo Roesler foi apoiado e vai suceder Rodrigo Collaço, assim como já ocorreu alguns anos atrás quando o segundo presidia a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e foi eleito para a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Com a ida de Collaço para a entidade nacional, a associação estadual ficou sob o comando de Roesler, exatamente como ocorre agora no TJSC. 

Fica

À coluna, o deputado estadual Vicente Caropreso assegurou que seguirá no PSDB. Ele demonstrava total insatisfação com os rumos do partido e tinha vários convites para migrar de sigla. Andou bem próximo do PL, do senador Jorginho Mello.

FRASE

 “Sigo no PSDB, agora dando integral apoio à deputada Geovania de Sá, nova presidente estadual de nossa sigla . Sinto hoje a esperança de ar renovado, com gente nova e com bons fluidos para tocar pra frente a sigla. (Geovania) Mulher de fibra, incansável. Trará, certamente, o ânimo que falta ao PSDB após o desempenho pífio das últimas eleições.”  Deputado Vicente Caropreso, após anunciar a permanência no PSDB-SC. 

Voz

Senador Esperidião Amin voltou a defender, esta semana, o instrumento da prisão após julgamento em segunda instância. Segundo o catarinense, a melhor maneira para se restalecer este instituto é por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC). No começo de novembro, as supremas togas do STF derrubaram esta possibilidade para alegria de corruptos, bandidos do colarinho branco e também da bandidagem em geral. 

Emplacada

O projeto de ressocialização de detentos da Penitenciária Regional pífio das últimas eleições.”  Deputado Vicente Caropreso, após anunciar a permanência no PSDB-SC.

Voz

Senador Esperidião Amin voltou a defender, esta semana, o instrumento da prisão após julgamento em segunda instância. Segundo o catarinense, a melhor maneira para se restalecer este instituto é por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC). No começo de novembro, as supremas togas do STF derrubaram esta possibilidade para alegria de corruptos, bandidos do colarinho branco e também da bandidagem em geral.

Emplacada

O projeto de ressocialização de detentos da Penitenciária Regional de Curitibanos foi o vencedor na categoria Destaque do Prêmio Inovare 2019, entregue nesta terça-feira (3), em solenidade em Brasília. A conquista foi um dos destaques da sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, nesta quarta-feira (4). O deputado Nilso Berlanda (PL), responsável pelo projeto, foi a Brasília receber o troféu. Na tribuna, ele comentou sobre a conquista. “É um dia especial. Não é uma conquista minha, é de Santa Catarina”, resumiu o parlamentar.

A iniciativa ganhou projeção na mídia nacional.

Economia

Com 221 votos, o presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon-SC) de Santa Catarina, Paulo Roberto Polli Lobo, foi eleito conselheiro federal efetivo do Conselho Federal de Economia (Cofecon). A assembleia de delegados-eleitores, votação na qual são eleitos os novos conselheiros federais, com mandato no triênio 2020-2022, ocorreu em Brasília.