83% dos imóveis rurais já estão regularizados no CAR

83% dos imóveis rurais já estão regularizados no CAR

Região catarinense mais adiantada é o Extremo-Oeste, com 94% das propriedades cadastradas

Foto: Divulgação / Epagri
Faltando quatro meses para o fim do prazo de adesão ao Cadastro Ambiental Rural (CAR), Santa Catarina conta com 308.900 imóveis regularizados, 83% do total, de acordo com dados de dezembro de 2017 do Serviço Florestal Brasileiro, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. A área total é de 6,9 milhões de hectares cadastrados. 
Embora a adesão seja uma das maiores do País, muita gente ainda precisa correr para regularizar sua situação. A região catarinense mais adiantada é o Extremo-Oeste, com 94% dos imóveis rurais cadastrados. Já a Região Metropolitana (Grande Florianópolis) tem apenas 61%. "A maioria dos imóveis não cadastrados se encontram na região litorânea e provavelmente são de proprietários que não residem nos imóveis ou são áreas que pertencem a empresas", explica Janaína Corrêa, coordenadora do programa ambiental da Epagri.
Por meio de um decreto publicado em 29 de dezembro de 2017, o prazo para adesão ao CAR foi prorrogado para o dia 31 de maio deste ano. Ele é obrigatório para todos os produtores rurais brasileiros, com propriedades de qualquer tamanho. Além de ser um instrumento para o planejamento do imóvel rural e comprovar a regularidade ambiental da propriedade, o CAR será obrigatório para concessão de crédito agrícola a partir do fim do prazo.
Em Santa Catarina, a divulgação do CAR, o monitoramento e o apoio aos proprietários de imóveis rurais são tarefa de uma equipe que compreende diversas instituições, como as secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, da Casa Civil, da Agricultura e da Pesca, Epagri, Fatma, Polícia Militar Ambiental e entidades vinculadas ao meio rural.
Mais informações nos sites www.car.gov.br e www.cadastroambientalrural.sc.gov.br