Jornais de Santa Catarina se unem pela valorização do meio impresso

Com o conceito 'Quem lê jornal lê verdade' campanha reafirma a credibilidade dos jornais em combate às notícias falsas (fake news)

Foto: Divulgação

 

Os principais jornais de Santa Catarina lançaram na manhã desta quinta-feira (24), uma campanha publicitária para valorizar o meio impresso no Estado. Com o conceito "Quem lê jornal lê verdade", a campanha apresenta argumentos que reafirmam a credibilidade dos jornais em combate às notícias falsas (fake news), assunto bastante criticado e comentado em todo o mundo atualmente. A iniciativa é da Adjori/SC, ADI/SC, Acaert, NSC Comunicação e Grupo RIC.

Voltada aos leitores, anunciantes, agências de publicidade e ao público em geral, o intuito da campanha é mostrar que os jornais estão presentes não apenas no formato impresso, mas também em diversas plataformas digitais, inclusive nas redes sociais. Além disso, mostrar a credibilidade das notícias publicadas, sempre avalizadas por editorias que têm compromisso com a verdade e a ética, por intermédio de jornalistas profissionais e altamente capacitados.

A Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori/SC) é, atualmente, a entidade do setor com maior número de jornais associados no Estado. Para o presidente da entidade, Miguel Ângelo Gobbi, são os jornais locais que têm a possibilidade de manter um dialogo eficaz com as comunidades onde estão presentes, pautando temas estaduais e nacionais, mas que repercutem nos pequenos municípios. "É na credibilidade do meio impresso que esta campanha de valorização dos jornais está pautada. O jornal é um documento. É o registro da história das cidades, e isso é uma enorme responsabilidade. Neste sentido, o veículo preciso ter credibilidade para ser respeitado nas regiões onde está presente", diz Gobbi.

As peças publicitárias foram apresentadas durante evento realizado na sede da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).