Joinvilenses participam de Sul Americano no final de semana

As atletas Ana Lays Baye, Letícia Oro e o técnico João Carlos dos Santos vão competir no Equador

Por Redação Agora Joinville 27/09/2018 - 14:27 hs
Foto: Divulgação

Três representantes da equipe de atletismo de Joinville (Rôgga/Corville/Sesporte) irão embarcar, no próximo final de semana, para Cuenca, no Equador, para participarem do Campeonato Sul-Americano Sub-23 de Atletismo. Serão as atletas Ana Lays Bayer, destaque no lançamento do martelo e Letícia Oro, no salto em distância, além do técnico João Carlos dos Santos.  


"Meu objetivo é ganhar e melhorar minha marca. Os treinos agora são pra arrumar os detalhes", afirma Ana Lays, de 19 anos, que se diz confiante. "Eu sei que a medalha vai sair, mas quero a de ouro, vai ser puxado. Mas não vou desistir", reforça. Vitoriosa no lançamento do martelo no Jasc, com a marca de 59,16 metros, Ana é a primeira do ranking brasileiro na categoria sub-23, com a marca de 60,98 metros. Patrocinada pela Rôgga Empreendimentos, a atleta, neste ano, também ficou em quarto lugar no Pan Americano Universitário, levou medalha de ouro na 62ª edição do JUCs, sendo também campeã do Estadual e Brasileiro Sub-23.


Letícia Oro, de 20 anos, iniciou 2018 focando os treinamentos para este campeonato. Ela garante: "Estou preparada para fazer o meu melhor". Em 2018, a atleta fez a sua melhor marca da carreira, 6m23cm, o que a colocou no primeiro lugar do ranking brasileiro e em segundo no ranking sul-americano da categoria. Também conseguiu bater o seu próprio recorde estadual adulto, que era 6m05cm, conquistar duas medalhas de ouro no Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e foi a vencedora no Brasileiro Sub-23, em Porto Alegre (RS). "Meu objetivo é ganhar, sei que tenho condições e estou muito preparada fisicamente e psicologicamente", destaca.


O técnico João Carlos dos Santos, que treina as duas atletas, afirma que "falar sobre expectativa é difícil em um Sul-Americano", tendo em vista o desgaste que elas passaram em setembro, também competindo no Jasc e no Troféu Brasil Caixa de Atletismo. "Sempre queremos o melhor e acreditamos muito nas nossas atletas. A Letícia tem grandes chances de uma melhor colocação. A Ana tem um talento enorme, pode chegar lá e conquistar uma medalha de ouro", comenta.