Saiba como descartar corretamente os resíduos de construção civil em Joinville

Tijolos, blocos, telhas, placas de revestimento, argamassa, concreto, portas e janelas são materiais classificados como resíduos

Por Redação Agora Joinville 05/12/2018 - 11:25 hs
Foto: Portal Saneamento Básico

Cada resíduo tem um tipo específico de descarte, e a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SAMA), por meio da gerência de Gestão Ambiental, está alertando sobre a importância para o descarte correto de Resíduos da Construção Civil(RCC). 

Nesta categoria, estão os materiais que sobram de obras de reforma, construção e demolição, como componentes cerâmicos (tijolos, blocos, telhas, placas de revestimento), argamassa, concreto, portas, janelas, etc.

Para destinar estes materiais corretamente, é necessário contratar uma empresa especializada, que precisa estar cadastrada pelo governo municipal (acessar lista).

Ela deve fornecer o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) com o brasão da Prefeitura de Joinville. Após a destinação do resíduo pela empresa contratada, o MTR deve ser devolvido ao contratante com campo destinação carimbado e assinado. 

O MTR garante que o material será levado a um local correto. Quando é contratada uma empresa clandestina que não emite o documento, o resíduo pode ser colocado num local impróprio, e o cidadão também poderá ser penalizado.

O descarte incorreto de resíduos de construção é crime previsto em lei federal, municipal e estadual e causa prejuízos ambiental e social. A multa pode variar de R$ 300 a R$ 750 mil reais. A penalidade também inclui possibilidade de prisão, apreensão de materiais e equipamentos, além da necessidade de reparação do dano causado.

“Precisamos evitar o problema ambiental, que pode ser gravíssimo. Pedimos uma atenção especial do cidadão para contratar empresas credenciadas, para que estes resíduos não sejam jogados em Áreas de Preservação Ambiental,comprometendo nossos recursos naturais, principalmente o mangue, onde, ilegalmente, utilizam como aterro”, destaca o gerente de Gestão Ambiental, da Sama, Clailton Breis.

Uma orientação da SAMA é que portas, janelas, telhas e madeiras sejam doados para quem precisa, diminuindo o material de descarte e contribuindo com alguém que precisa.

É importante lembrar que latas de tintas não podem ser colocadas na mesma caçamba de resíduos de construção civil. Se estiverem vazias, podem ser encaminhadas à coleta seletiva. Se ainda estiverem com restos de tintas, devem ser devolvidas na loja onde foram compradas.

Prejuízos do descarte incorreto de Resíduos Construção Civil (RCC)

  • Contaminação do solo e da água.

  • Aumento da quantidade de animais como ratos, mosquito da dengue, baratas, cobras, escorpiões.

  • Aumento de enchentes.

  • Destruição de áreas ambientalmente importantes, como margens de rios, nascentes, manguezais (berçários da vida marinha).

  • Poluição visual pela sujeira.

  • Desvalorização dos imóveis da região.

 

Para acessar as listas de empresas cadastradas para coleta e transporte de resíduos de construção civil, clique aqui.

Para saber mais sobre o destino correto de diferentes resíduos, clique aqui.