Comissão de Educação propõe mais recursos federais ao MEC para Joinville

Segundo o presidente da comissão, as escolas com mais qualidade de ensino estão sendo penalizadas

Por Redação Agora Joinville 06/03/2019 - 09:57 hs
Foto: Arquivo/ AJ

A Comissão de Educação propõe ao Ministério de Educação (MEC) mudanças nos critério do Programa Novo Mais Educação, do governo federal. Para o presidente da comissão, Roque Mattei (MDB), as escolas com mais qualidade de ensino estão sendo penalizadas.


Conforme a proposta, grande parte das unidades escolares em Joinville, ao melhorarem os índices do Ideb, são excluídas por não se enquadrarem mais nos critérios, e isso impede que continuem recebendo os recursos. 


Na visão da comissão, isso faria o programa contraditório, pois ao melhorar os índices, a unidade escolar perde os recursos e assim é impedida de continuar mantendo as atividades complementares que contribuíram para a melhora dos índices.  


O Programa Novo Mais Educação foi criado por uma portaria do Ministério em 2016 e se trata uma estratégia para melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar nas escolas da rede pública. Isso é feito com atividades complementares de acompanhamento pedagógico. O programa é mantido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.


De acordo com resolução do MEC de 2017, os critérios para as escolas estarem no programa e assim receberem os recursos são apresentarem Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) inferior a 4,4 nos anos escolares iniciais e inferior a 3,0 nos anos finais, além de terem mais de 50% dos alunos oriundos de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família.

*Reportagem de Marina Bosio/Divisão de Jornalismo CVJ.



Participe do nosso grupo no whatsapp e fique por dentro das notícias de Joinville e região: aqui