Corpo do jornalista Rafael Henzel, sobrevivente da tragédia da Chapecoense, é velado em Chapecó

O velório de Henzel foi aberto ao público e causou comoção em todo Brasil

Por Redação Agora Joinville 27/03/2019 - 09:09 hs
Foto: Divulgação/ Chapecoense
Corpo do jornalista Rafael Henzel, sobrevivente da tragédia da Chapecoense, é velado em Chapecó
A Prefeitura de Chapecó decretou luto oficial de três dias. Foto: Divulgação

O corpo do jornalista Rafael Henzel, que morreu na noite desta terça-feira (26) após sofrer um infarto, é velado desde as 6h30 desta quarta-feira (27), no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. Ele foi um dos quatro brasileiros sobreviventes na tragédia da queda do avião da Chapecoense, em 29 de novembro de 2016. Rafael Henzel tinha 45 anos e deixa a esposa Jussara e o filho Otávio, de 14 anos.

O jornalista morreu por volta das 21h, no Hospital Regional do Oeste. Segundo a unidade de saúde, Henzel chegou ao hospital com parada cardiorrespiratória, vítima de um mal súbito. "Todas medidas para ressuscitação cardiorrespiratória foram adotadas, resultando inexitosas", descreveu.

O velório de Henzel foi aberto ao público e causou comoção entre políticos, familiares, personalidades e jornalistas do Brasil. De acordo com a família de Henzel, às 16h será realizada uma homenagem ao jornalista e em seguida ocorrerá o sepultamento no Cemitério Parque Jardim do Éden

A Prefeitura de Chapecó decretou luto oficial de três dias.


Pelo Twitter, o time Chapecoense lamentou a morte do jornalista. 

@ChapecoenseReal: "A Associação Chapecoense de Futebol vem a público a fim de manifestar o profundo pesar e toda a consternação pela notícia do falecimento do jornalista Rafael Henzel, ocorrido na noite desta terça-feira".