Joinville é o primeiro município aderir ao Pacto Estadual Maria da Penha

Em 2018 foram registrados cerca de 3 mil casos de agressão contra mulheres no município

Por Redação Agora Joinville 29/03/2019 - 09:25 hs
Foto: Arquivo/ AJ

Joinville assinou, nesta quinta-feira (28), adesão ao Pacto Estadual Maria da Penha e o Termo de Compromisso e Adesão à Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. A assinatura foi feita pelo prefeito Udo Döhler, que classificou o momento como “de grande desafio e de engajamento cada vez maior de toda sociedade”.


A cidade de Joinville é a primeira em Santa Catarina a assinar o pacto e criar a rede de enfrentamento de caráter Inter setorial com o envolvimento de segmentos do poder público, poder judiciário, Ordem dos Advogados do Brasil, universidades, Polícia Civil e Militar, Associação Empresarial, entidades das áreas da saúde, educação e Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc).


“A partir de agora temos o compromisso de agir e avançar nesse desafio de combater a violência contra a mulher, assim como contra a criança, o jovem e pessoas idosas”, disse o prefeito.


O secretário de Assistência Social, Vagner Ferreira de Oliveira, a quem está vinculada a Coordenação de Políticas Públicas para as Mulheres, classificou a adesão como um momento histórico para Joinville e municípios da região. “Temos, a partir de agora, não só a adesão ao pacto estadual, mas uma grande rede de políticas de prevenção”, disse o secretário.


Segundo dados do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Joinville, no ano passado foram registrados na Delegacia de Proteção à Criança, ao adolescente, à Mulher e ao Idoso cerca de 3 mil casos de agressão contra mulheres. No Brasil, Santa Catarina é o 5º Estado com maior número de registros.