Vigilância Ambiental orienta sobre aparecimento de macacos mortos ou doentes

Animais servem de alerta de que Febre Amarela está próxima da área urbana

Por Redação Agora Joinville 02/04/2019 - 09:57 hs
Foto: Arquivo/ AJ
Vigilância Ambiental orienta sobre aparecimento de macacos mortos ou doentes
O animal não deve ser tocado. Foto: Arquivo AJ

O Serviço de Vigilância Ambiental de Joinville alerta à comunidade que fique atenta ao aparecimento de macacos mortos ou aparentemente doentes. Como os macacos também são infectados pelo vírus da febre amarela, no meio silvestre, eles servem como alerta de que a doença está ocorrendo e se aproximando da área urbana.


Por isso, principalmente os moradores próximos a área de mata devem comunicar imediatamente a Vigilância Ambiental, caso observem algum macaco doente ou morto, pelo telefone de plantão (47) 9.8911.0851. Também está disponível para contato o número 3432.2337, das 7 às 18h30. O animal não deve ser tocado.


A coordenadora do Serviço de Vigilância Ambiental, Nicoli dos Anjos, explica que a rapidez nesta comunicação é importante para que sejam iniciadas ações de forma rápida. “Sendo notificados, iremos ao local recolher o animal para exames, fazer a busca ativa de casos suspeitos em humanos, além de realizar a vacinação no entorno, para que a população não seja contaminada”, relata Nicoli.


Os macacos não devem ser capturados ou feridos, pois eles não são os responsáveis pela transmissão, e são também vítimas da doença. No meio urbano, o agente transmissor do vírus é o mosquito Aedes aegypti - o mesmo da dengue, zika vírus e febre chikungunya - que contamina pessoas que não estão vacinadas.


Vacinação

A orientação da Secretaria da Saúde é que as pessoas que não se vacinaram contra a febre amarela que busquem uma das 55 unidades básicas de saúde para a imunização. O público alvo são pessoas de 9 meses até 59 anos