Campanha Voe Por Joinville inicia nesta quarta-feira (8)

Aberto ao público, evento pretende mostrar os investimentos dos últimos anos e a capacidade em aumentar número de passageiros e voos

Por Redação Agora Joinville 08/05/2019 - 08:14 hs
Foto: Divulgação
Campanha Voe Por Joinville inicia nesta quarta-feira (8)
Aeroporte tem capacidade para operar com 1,3 milhão de pessoas. Foto: Divulgação

Para incentivar joinvilenses e moradores da região a se deslocar pelo Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, a campanha Voe Por Joinville inicia nesta quarta-feira (8), às 8h30, no segundo piso do terminal. Aberto ao público, o evento pretende mostrar os investimentos realizados nos últimos anos e a capacidade da unidade em aumentar o número de passageiros e voos. A ação, de caráter comunitário, é voltada a moradores, empresários, executivos, classe política, sociedade civil organizada e entidades.


Mais tempo, conforto e segurança serão os motes da campanha. As peças têm vídeo institucional para uso em TVs e redes sociais; spots para rádios; outdoors no município, rodovias e cidades da região; conversa formal com autoridades do setor de aviação nacional; uso da hashtag #VoePorJoinville; e o apoio da imprensa. A ideia é também contar com a adesão de grandes empresas que investem alto na aquisição de passagens aéreas por outros terminais, como Curitiba ou Navegantes.


“Queremos desmistificar a informação de que Joinville tem voos sendo cancelados por condições climáticas. Depois, incentivar que na próxima viagem as pessoas escolham voar por aqui. Com isso acreditamos aumentar o número de usuários e ter mais horários e novos destinos”, avalia Danilo Conti, secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável. Segundo ele, a campanha será crescente. “Inicia-se com o lançamento e gradativamente vai ganhando as ruas com outdoors, veiculação de vídeos e outros conteúdos”.


Paralelamente, o Governo Federal segue com as tratativas para conceder o terminal para a iniciativa privada. A vinda do diretor de Serviços e Suporte Jurídico da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gilvandro Vasconcellos, tem como objetivo informar sobre o andamento do edital de concessão. Existe a possibilidade de Joinville deixar o lote Sul e integrar o da região Sudeste.


Participantes

Integram o #VoePorJoinville a Associação Empresarial de Joinville (Acij), Associação dos Comerciantes de Material de Construção de Joinville (Acomac), Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresas (Ajorpeme), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Prefeitura de Joinville, Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), Joinville e Região Convention & Visitors Bureau, Sindicado de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Câmara de Vereadores de Joinville, Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e Associação Brasileira de Agências de Viagens de Santa Catarina (Abav), entre outras entidades.


Investimentos


Desde 2014, o aeroporto recebeu melhorias para oferecer mais conforto aos passageiros e segurança para as aeronaves pousarem e decolarem. O primeiro grande investimento foi a instalação do sistema chamado de Instrument Landing System (ILS), que permite aproximação a partir de 60 metros de altura e contato visual com a pista a partir de 550 metros. No primeiro ano de funcionamento, somente um voo foi cancelado por falta de visibilidade. Do contrário, seriam 102 pousos e decolagens não realizados.


O aeroporto também recebeu equipamentos que facilitam a aproximação e o pouso em situações climáticas adversas (RNP-AR). Depois desses investimentos para a operação dos aviões, ocorreu a integração das salas de embarque e desembarque às aeronaves, conhecida como sistema ELO ou fingers terrestres. O local também ganhou obras de drenagem na pista, e o acesso ao Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola foi duplicado.


Mesmo depois de todos esses investimentos, o número de passageiros tem se mantido próximo dos 500 mil por ano, mas há capacidade para operar com 1,3 milhão de pessoas. No Aeroporto Internacional de Navegantes, são 2 milhões.