Câmara presta homenagem póstuma a Marco Tebaldi

Por Redação Agora Joinville 13/12/2019 - 17:07 hs
Foto: Mauro Artur Schlieck

Morto em 13 de outubro, um dia antes de receber o título de Cidadão Honorário na Câmara, Marco Tebaldi foi homenageado ontem (11), em sessão especial póstuma.

“Embora essa homenagem possa parecer tardia e cheia de saudades, é apenas um gesto de carinho para que não esqueçamos quem foi esse homem”, disse Marco Antonio Filho, que recebeu o título das mãos dos vereadores Natanael Jordão e Odir Nunes, ambos do PSDB, partido de Tebaldi.

Marquinhos, como é conhecido, pediu aos vereadores que se empenhem em dar o nome de seu pai a uma das obras mais conhecidas dele, a Arena Joinville. “Peço encarecidamente aos vereadores que têm muito apreço pelo pai que possam compartilhar e concretizar essa ideia”, afirmou.

“Uma pessoa simples de trato, franco, direto e não raro rabugento. Dizia o que entendia ser pertinente”, afirmou o presidente da Câmara, vereador Claudio Aragão (MDB). “Acordava cedo, dormia tarde e trabalhava muito”.

Também participaram da sessão os vereadores Rodrigo Fachini (MDB), Ninfo König (PSB), Maurício Peixer (PL) e Fabio Dalonso (PSD); o ex-senador Dalírio Beber, o ex-deputado Gelson Merísio, e o ex-prefeito Carlito Merss.

 

Biografia

Natural de Erechim (RS), Tebaldi foi vereador, em Joinville, de 1993 a 1996, prefeito, de 2002 a 2008, e deputado federal por dois mandatos. Era também servidor público e engenheiro.

Começou na carreira política em 1992, pelas mãos do prefeito Wittich Freitag, foi eleito vereador com 2.971 mil votos.

Como vice do prefeito Luiz Henrique da Silveira, criou a Companhia Águas de Joinville. Assumiu a Prefeitura em 2002, quando Luiz Henrique da Silveira renunciou. Dois anos depois, eleito prefeito com 132,6 mil votos, construiu o Expocentro Edmundo Doubrawa, a Arena Joinville, 26 Centros de Educação Infantis, e o Parque Caieiras.