Mulheres representam 38% do cooperativismo em SC

Participação feminina no quadro de associados cresceu e atingiu quase 940 mil mulheres

Foto: Divulgação
Mulheres representam 38% do cooperativismo em SC
Programa Mulheres Cooperativistas

Com o aumento da participação feminina nas cooperativas de Santa Catarina nos últimos anos, o percentual de mulheres atingiu, em 2019, 38% do total de associados no Estado. O número representa quase 940 mil mulheres sócias de ao menos uma cooperativa. O resultado é fruto da expansão do segmento em diversos setores e de campanhas de inclusão dedicadas especificamente para elas. 

Além das mulheres, também houve aumento da participação de jovens. "A participação da mulher no quadro social das cooperativas cresceu nos últimos anos. Atualmente, 38% dos associados às cooperativas são mulheres e 16% dos associados (391 mil jovens) têm idade de até 25 anos. Então, o engajamento deles é uma realidade no nosso cooperativismo", disse o presidente da Organização das Cooperativas do Estado de SC (Ocesc), Luiz Vicente Suzin. 

De acordo com o dirigente, o cooperativismo está buscando permanente atualização conceitual e tecnológica. "Precisamos ser eficientes em todas as áreas para permanecermos competitivos no embate com as empresas mercantis nos segmentos da agricultura, da indústria, do comércio e da prestação de serviços", avalia.

Em balanço para 2020, ele antecipou ainda que as parcerias com o poder público devem aumentar. "No campo da pesquisa agropecuária o setor tem que ser mais ouvido. Uma das possibilidades é o estabelecimento de convênios no que concerne à transferência de tecnologias", explica.