Empresário joinvilense muda produção para fabricar máscaras

Hermeson confirma que a cada cinco máscaras vendidas, uma é doada

Por Beatriz Kina 16/04/2020 - 10:44 hs
Foto: Foto: Divulgação

Hermeson de Oliveira é dono da Body Bebê, uma fábrica de roupas infantis, e converteu 50% da sua produção para a confecção de máscaras durante a pandemia. A cada cinco máscaras vendidas, com valores entre R$ 5,00 e R$ 12,00, uma máscara é doada para a Maternidade Darci Vargas.

“Nós vimos a oportunidade de contribuir com o combate e prevenção [do coronavírus]. Temos uma fábrica de roupas e com poucos ajustes poderíamos fabricar máscaras para a população”, relatou o empresário. Outro motivo para a mudança no segmento foi a queda na produção de roupas, o que acarretaria em demissões. Com a modificação, nenhum funcionário foi demitido.


Foto: Divulgação

A confecção das máscaras começou na semana passada, e as vendas nesta semana. Até o momento, a empresa possui 200 máscaras para doação. 

Para os empresários joinvilenses, Hermeson aconselha que foquem em resolver um problema. “Sempre que resolvemos algo para alguém haverá uma troca, uma negociação onde oferecemos a solução para o problema e somos pagos por isso.”

As máscaras estão disponíveis para compra no site www.bodybebe.com.br.