Confira o protocolo para retorno das aulas na rede municipal de ensino

O governo do estado prevê que a volta seja a partir do dia 13 de outubro

Por Redação Agora Joinville 26/08/2020 - 10:03 hs
Foto: Foto: Divulgação

A Secretaria de Educação de Joinville finalizou o protocolo de retorno presencial às salas de aula da rede municipal. A data de referência da volta das atividades parciais em sala de aula é a partir do dia 13 de outubro, conforme previsão anunciada pelo Governo do Estado.

O material aponta diretrizes para o acolhimento aos alunos e professores. O retorno será gradual, atingindo no momento 30% dos estudantes matriculados em cada turma e o atendimento diário terá carga reduzida de duas horas por período. Nesse universo de limitação foi mapeado pela Secretaria de Educação o retorno de todos os alunos de forma híbrida, sendo que o número de crianças atendidas presencialmente amplia-se de forma progressiva até atingir 24,5 mil alunos semanalmente.

O atendimento vai priorizar alunos que não tiveram acesso às atividades não presenciais e aqueles que tiveram acesso mas não realizaram as atividades propostas e, também, os que apresentam dificuldades de aprendizagem, conforme avaliação pedagógica.

Essa diretriz estabelecida também servirá de parâmetro para os procedimentos de retorno dos estudantes das 38 unidades particulares que estão credenciadas com o município.

O protocolo foi elaborado com a participação de um comitê gestor, formado por técnicos das secretarias de Educação e Saúde, representantes de pais e alunos, entidades de classe ligada à educação e da sociedade civil, professores, auxiliares de educador, equipe gestora das escolas, além da participação do Sindicato dos Servidores Municipais.

O trabalho define os regramentos de medidas sanitárias, como orientações de distanciamento, higiene pessoal, limpeza de ambiente, acomodação, entrada e saída e da organização funcional da escola. Também há orientações voltadas ao acolhimento, organização pedagógica, sistema de avaliação de retorno presencial e do sistema híbrido de ensino (presencial e remoto).

O protocolo será difundido junto aos gestores escolares e professores. Será elaborada uma cartilha de orientações aos pais e alunos, além do material estar disponibilizado no site da Prefeitura de Joinville para conhecimento do público.

“Foi um trabalho muito bem elaborado por todos os integrantes do comitê, que serve de referência para os pais e comunidade escolar para que seja garantido um retorno dentro dos protocolos sanitários exigidos e mantendo a nossa qualidade de ensino, que é referência nacional”, destacou a secretária Sônia Fachini.

A garantia do retorno das atividades nas unidades escolares está condicionada às orientações, determinações e autorização da Secretaria de Saúde. Portanto, as normatizações do protocolo, relacionadas à segurança sanitária deverão ser atualizadas e adequadas, conforme os marcos normativos vigentes dessa instância reguladora.

Pontos previstos no protocolo:

- O retorno presencial vai priorizar 30% dos estudantes de cada turma:

- Nas duas primeiras semanas de aula - os estudantes do 9º ano e da Educação Jovens e Adultos (EJA)

- Na terceira semana: se somam os alunos do Ensino Fundamental II (8º, 7º e 6º anos)

- Na quarta semana: são incluídos os estudantes do Ensino Fundamenta I (1º ao 5º anos) e as crianças da Educação Infantil (1º e 2º períodos)

- Na quinta semana: são incorporadas as crianças da Educação Infantil, etapa creche.