Dono de posto de gasolina morre após levar um tiro de vigilante de escolta armada

Por Redação Agora Joinville 19/11/2020 - 11:24 hs
Foto: Foto: Divulgação/ Rede Social

Rodrigo Andreatta Ribeiro, dono de um posto de combustíveis do Grupo Costa Brava, morreu na noite dessa quarta-feira (18), em Quatro Barras, próximo a Curitiba. 

Segundo testemunhas, após um desentendimento, o empresário levou um tiro no peito disparado por um vigilante de uma escolta armada. Testemunhas informaram que o caso começou com um acidente pequeno no posto, quando um ônibus e um caminhão bateram na traseira um do outro. 

Os dois motoristas aguardavam a chegada da Polícia Militar para resolver o caso, quando Rodrigo solicitou ao motorista do ônibus que retirasse o veículo do local, já que estava atrapalhando a passagem de automóveis que iriam abastecer. Nesse momento, ainda segundo testemunhas, o vigilante atirou contra o proprietário. 


Foto: Divulgação

Para a polícia, o funcionário da escolta contou que Rodrigo havia tentado tirar a arma da mão dele, por isso atirou em legítima defesa. 

Rodrigou foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu. A Polícia Civil investiga o caso.